«Chegou ontem às livrarias a Nova Gramática do Latim de autoria de Frederico Lourenço, tradutor mais conhecido pela versão portuguesa a partir do grego de Homero e da Bíblia (Septuaginta). São 512 páginas que o autor define como “diferente das anteriores publicadas em Portugal” e que se destinam principalmente a “quem trabalha em áreas em que o conhecimento do latim é imprescindível”: arqueologia, história antiga e medieval, filosofia, teologia e linguística portuguesa. E Frederico Lourenço admira-se que “haja entre nós investigadores e professores dessas áreas que sabem pouco ou nenhum latim”.

O lançamento desta gramática de latim surpreende pois o professor universitário está também envolvido no grande projeto da tradução desde o grego da Bíblia em seis volumes. Lourenço explica nesta entrevista como encontra tempo para escrever/traduzir tantas centenas de páginas: “Só consigo fazer os trabalhos que faço porque abdico de muitas outras coisas.”»